Emídio Rangel

Atualizado: 3 de fev.

Emídio Rangel (1947-2014) começou a sua atividade em Rádio Clube da Huíla (Sá da Bandeira, atual Lobango) como operador de som e locutor de programa juvenil (1965). Lançou-se no mundo empresarial como coproprietário e gerente de uma discoteca em Sá da Bandeira (O Cérebro). Ele e a mulher, Luísa Rangel, trabalhariam com uma equipa específica no programa Noturno, de Rádio Comercial de Angola (1967), para o qual criou a empresa Estúdio A. Após a independência de Angola, ingressou em 1976 na Radiodifusão Portuguesa (RDP, onde se manteve até 1988. Chegou a subchefe de redação (1985-1988). Em 1988, sob a sua direção, avançou com o projeto TSF – Rádio Jornal.

Autor: Rogério Santos, 2019

#Emídiorangel #biografia #E

Posts recentes

Ver tudo

O padre José Silveira de Ávila (1895-1977) é uma das figuras marcantes da rádio portuguesa. No recorte de notícia (Diário de Lisboa, 8 de junho de 1939), vemo-lo como homem ligado à Mocidade Portugues

Inaugurado à pressa, em 1954, devido à ofensiva indiana sobre os territórios portugueses, o Centro Emissor Ultramarino da Emissora Nacional, situado em Pegões, dentro do perímetro do Montijo e a trint

De nome completo Armando Leonel Augusto Matos Cosme (1934- 2021), era uma das figuras mais importantes da rádio angolana no tempo colonial. Natural de Guimarães, foi com a mãe e irmãos para Angola em