Buscar

Paulo Cardoso

Atualizado: 3 de fev.

Paulo Cardoso iniciou-se na rádio em 1955 no liceu Pedro Nunes (Lisboa) e transitou para a APA (Agência de Publicidade Artística). Em 1958, fez Diário do Ar com José Fialho Gouveia, programa marcante na época, de quatro horas diárias com música e pequenas reportagens. No início de 1961, foi trabalhar para Angola, passando sucessivamente por Rádio Ecclesia, Rádio Clube do Lobito, Rádio Comercial de Angola e Rádio Clube do Huambo. Voltou a Lisboa, para realizar o programa PBX de Rádio Clube Português (1969-1971). De regresso a Angola, continuou a trabalhar para Rádio Clube Português, em estação de ondas médias inaugurada em Luanda (abril de 1973). Esteve ainda ligado a projeto de televisão por cabo em Luanda.

Autor: Rogério Santos, 2019

#paulacardoso #biografia #P

Posts recentes

Ver tudo

Ele foi cantor de opereta e proprietário de agências de publicidade e publicidade exterior, como Publirama (1960), RED e Placa. Barros Queirós foi neto de um empresário, ministro e primeiro-ministro.

Em 1959, Luís Filipe Costa revelava-se como noticiarista, acompanhado de Tany Belo (Maria Albertina da Silva Belo da Costa, 1931-1974) e técnico Alberto Seabra. Por via disso, nasceu uma relação muito

Ilídio Inácio começou a sua atividade ligada à rádio em Santarém, a fazer locução de anúncios numa feira popular e, aos domingos, no Jardim da República, com instalação de uma cabina sonora montada pe