Paulo Cardoso

Atualizado: 3 de fev.

Paulo Cardoso iniciou-se na rádio em 1955 no liceu Pedro Nunes (Lisboa) e transitou para a APA (Agência de Publicidade Artística). Em 1958, fez Diário do Ar com José Fialho Gouveia, programa marcante na época, de quatro horas diárias com música e pequenas reportagens. No início de 1961, foi trabalhar para Angola, passando sucessivamente por Rádio Ecclesia, Rádio Clube do Lobito, Rádio Comercial de Angola e Rádio Clube do Huambo. Voltou a Lisboa, para realizar o programa PBX de Rádio Clube Português (1969-1971). De regresso a Angola, continuou a trabalhar para Rádio Clube Português, em estação de ondas médias inaugurada em Luanda (abril de 1973). Esteve ainda ligado a projeto de televisão por cabo em Luanda.

Autor: Rogério Santos, 2019

#paulacardoso #biografia #P

Posts recentes

Ver tudo

O padre José Silveira de Ávila (1895-1977) é uma das figuras marcantes da rádio portuguesa. No recorte de notícia (Diário de Lisboa, 8 de junho de 1939), vemo-lo como homem ligado à Mocidade Portugues

Inaugurado à pressa, em 1954, devido à ofensiva indiana sobre os territórios portugueses, o Centro Emissor Ultramarino da Emissora Nacional, situado em Pegões, dentro do perímetro do Montijo e a trint

De nome completo Armando Leonel Augusto Matos Cosme (1934- 2021), era uma das figuras mais importantes da rádio angolana no tempo colonial. Natural de Guimarães, foi com a mãe e irmãos para Angola em