Humberto Mergulhão

Atualizado: 3 de fev.

Humberto Mergulhão começou a sua carreira ligada à rádio no Porto, através de contrato com o SPN-SNI (Secretariado Nacional de Propaganda, depois mudado para Secretariado Nacional de Informação). A sua principal função era preparar e ler revistas de imprensa nas pequenas estações locais (Emissores do Norte Reunidos). Homem identificado com o regime político, trabalhou depois em Lisboa na rádio e na imprensa (O Século). Em 1943, ligou-se à Rádio Voz de Lisboa, de Lacombe Neves, mas a experiência não durou muito tempo, após o que rumou para Angola para Rádio Clube de Benguela. Foi repórter, relator de futebol e de hóquei em patins e autor de peças de teatro. Foi chefe de serviços da Radiodifusão do CITA (Centro de Informação e Turismo de Angola), subordinada ao governo-geral, depois transformado em Emissora Oficial de Angola. Com Humberto Mergulhão, trabalhariam nomes importantes da rádio angolana, como Sara Chaves, Alberto Afonso, Alice Cruz, Rui Romano, Natália Bispo (sua mulher), António Santos e Sousa e Cremilde de Figueiredo. Por doença, Humberto Mergulhão abandonaria o cargo em 1964.

Autor: Rogério Santos, 2018

#HumbertoMergulhão #biografia #H

Posts recentes

Ver tudo

Father José Silveira de Ávila (1895-1977) is one of the most important figures of Portuguese radio. In the news clipping (Diário de Lisboa, 8 June 1939), we see him as a man linked to Portuguese Mocid

Inaugurated in a hurry, in 1954, due to the Indian military offensive in Portuguese territories, the Emissora Nacional's Overseas Broadcasting Centre, located in Pegões, within the perimeter of Montij

His full name was Armando Leonel Augusto Matos Cosme (1934-2021), and he was one of the most important figures of Angolan radio in colonial times. Born in Guimarães, he went with his mother and brothe