Buscar

Tany Belo

Atualizado: 3 de fev.

Em 1959, Luís Filipe Costa revelava-se como noticiarista, acompanhado de Tany Belo (Maria Albertina da Silva Belo da Costa, 1931-1974) e técnico Alberto Seabra. Por via disso, nasceu uma relação muito próxima entre o noticiário da APA (Jornal da APA, 19:30-20:10), de que Luís Filipe Costa era responsável, com a depois chefia, por este, dos noticiários da estação (1961). Do casamento de Luís Filipe Costa com Tany Belo nasceu um rapaz.

Nem sempre a primeira experiência com o microfone resultava bem, como reconheceu a locutora, estreada aos dezasseis anos na Rádio Universidade. Pouco depois, começou a atividade de locutora profissional nos passatempos APA, no teatro Éden. Este era um programa de variedades, com cantores novos e concursos, depois transmitido pela rádio, apoiado em publicidade. “Sensibilidade, boa voz e cultura” eram os ingredientes fundamentais para um locutor, segundo Tany Belo. Em 1959, em Rádio Clube Português. António Miguel, Armando Marques Ferreira, Edite Maria, Julieta Fernandes, António Revés e Tany Belo constituiriam a primeira equipa do programa Meia-Noite. Tany Belo preferia a locução direta e improvisada, por ficar com a sensação de comunicar espontaneamente com os ouvintes.

Ela acumularia a atividade com experiências como locutora de publicidade, no teatro ligeiro, ela que começara no teatro de revista, e no filme Vendaval Maravilhoso (de José Leitão de Barros, 1949, a partir de novela de Jorge Amado), sobre a vida do poeta brasileiro Castro Alves, que lutou pela abolição da escravatura dos negros, e o seu romance com a atriz portuguesa Eugénia Câmara, papel interpretado por Amália Rodrigues. O filme sofreria muitos cortes devido ao tema.

Já em 1967, os seus programas eram Clube do Disco (Rádio Clube Português, Porto, das 15:30 às 15:58), Rádio Jornal (Rádio Clube Português, das 19:30 às 20:00, todos os dias em onda média), Banda Sonora (Rádio Clube Português, da 1:00 às 2:00 em FM) e A Noite é Nossa (Rádio Clube Português, das 3:00 às 6:00), programa de Ruy Castelar que sucedera a Sintonia 64. Em 1968, ela era uma das vozes femininas das Produções Carrocel. Tany Belo foi igualmente locutora de Rádio Renascença e manteve, durante anos, uma coluna de aconselhamento na revista Plateia. O Clube do Disco foi um programa que atribuía cartão de identificação aos ouvintes, emblemas de lapela e propunha-se enviar discos para qualquer parte do mundo, então uma ação difícil. A locutora faleceria em janeiro de 1974.

Autor: Rogério Santos, 2022

#tany #biografia #T

Posts recentes

Ver tudo

Ele foi cantor de opereta e proprietário de agências de publicidade e publicidade exterior, como Publirama (1960), RED e Placa. Barros Queirós foi neto de um empresário, ministro e primeiro-ministro.

Ilídio Inácio começou a sua atividade ligada à rádio em Santarém, a fazer locução de anúncios numa feira popular e, aos domingos, no Jardim da República, com instalação de uma cabina sonora montada pe

Uma notícia referia-se a 16 episódios de Ressurreição, de Machado de Assis, mestiço e com apenas estudos primários, como um dos folhetins da Emissora Nacional em 1970, com adaptação de Ema Paul e dire